#Testemunho: vocação e missão

Olá pessoal, sou o Giuliano Cesar, seminarista há quase quatro anos. E quero dar testemunho de que minha vocação permanece firme, em primeiro lugar é claro graças à oração, mas também um dos principais motivos se dá pelas experiências missionárias que temos com o seminário.

Muitas pessoas, antes de terem uma experiência missionária, têm medo de fazer missão e dizem que têm medo porque não sabem fazer missão, entretanto digo a essas pessoas que “missão não se aprende, se vive!”.

Em outras palavras, é como um pai que quer ensinar seu filho a torcer para um determinado time. O pai não conta a história toda do futebol, ou a história do clube para o filho. Muito mais simples do que isso: ele coloca uma camisa do time no filho, leva-o para o estádio e com toda aquela emoção, o filho acaba criando paixão pelo time. E, muitas vezes, nunca mais quer parar de ir no estádio.

Assim também ninguém pega gosto pela missão se não a pratica pelo menos uma vez. E quase sempre, a pessoa que tem uma experiência de missão ama essa experiência. E fica ansiosa esperando a próxima oportunidade de evangelizar.

Por fim digo algo que todo missionário diz ao término de toda missão, “nós é que saímos evangelizados”. Pois, com as visitas, ou das conversas com as pessoas, recebemos ou até vemos cada testemunho das pessoas.

Às vezes de pessoas que percebemos que têm a Fé muito maior do que a nossa; pessoas que são muito santas do que nós e chegamos à conclusão de que “vale muito a pena servir a Cristo sempre!”, por isso as experiências missionárias fortalecem minha vocação e me fazem a cada dia ansiar mais em ser padre.

Posted in Testemunho, Vocação.