#Vidanoseminário: no seminário também tem esportes: futebol, vôlei, basquete, etc.

Muitos podem pensar que após entrar para o seminário, vai ter que deixar de fazer tudo o que fazia antes com relação aos momentos de lazer. De maneira alguma. Nos seminários existem também os momentos de lazer em comunidade, seja desde um jogo de ping-pong até a prática de futebol.

Sobre a importância do esporte na formação de um jovem o papa Pio XII escrevia para os jovens que o corpo como sendo criatura de Deus deve ser também muito bem tratado, sendo bem cuidado. E como dizia o Apóstolo São Paulo: ʺSe participo da refeição com ação de graças, por que sou condenado por algo pelo qual posso dar graças a Deus? Assim, seja comendo, seja bebendo, seja fazendo qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deusʺ. (1 Coríntios 10,31)

Portanto, a prática de algum esporte no seminário não só é importante para a formação, porque envolve aspectos emocionais e psicológicos, mas como também é uma forma de educar e cuidar do nosso corpo que é templo vivo do Espírito Santo. E mesmo sendo práticas que não sejam do interesse de alguns, que aquilo seja feito para a glória de Deus, assim como podemos fazer também em outras atividades que praticamos.

É claro que dentro de uma comunidade habitam pessoas diferentes e com preferências e capacidades opostas. Mas a importância da prática de esportes para cada jovem está naquilo que diz o Papa Pio XII: O esporte é um eficaz antídoto contra a moleza e a vida acomodada, pois acorda o sentido de ordem e educa na capacidade no domínio de si.

Dentro do seminário não deixamos de lado essa prática, além de ser importante em todos esses aspectos, nos ajuda também a nos distrair e viver momentos de fraternidade.

Em todas as casas de formação pelo menos um ou dois dias da semana os seminaristas praticam esportes na maioria das vezes com o futebol. As vezes acontece até mesmo de marcarmos um dia da semana para jogar uma casa de formação contra a outra. Por exemplo: o Seminário São José e Filosofia, Teologia e Propedêutico e assim por diante.

As vezes acontece também uma partida de futebol com amigos externos do seminário. Exemplo recente é o futebol que o Seminário Filosófico Bom Pastor jogou com alguns membros da Comunidade Católica Colo de Deus. Isso não impede também que poderia ser outro tipo de esporte.

Uma vez por ano, mais especificamente no dia 19 de Março, dia de São José, é realizado um mini torneio entre as quatro casas de formação, com os seminaristas do Seminário Menor São José, Propedêutico, Filosofia e Teologia juntamente com os padres e alguns alunos do Colégio Arquidiocesano de Curitiba. Um torneio que vai muito mais além do que competir, e sim ter um momento de confraternização.

Você que gosta muito de praticar esportes, se sente chamado ao sacerdócio e pensava que no seminário não tinha esses momentos, e por isso tinha medo de entrar e acomodar-se, tendo uma impressão errada de como seria a vida na formação para o sacerdócio, agora sabe que há também dentro do seminário esses momentos de diversões.

É claro que tudo isso não é o principal, mas pode fazer parte e te ajudar no seu chamado. Jesus nos chama a segui-lo e servir o próximo, mas não somos impedidos de praticar as modalidades que gostamos, pois, por meio delas podemos também evangelizar; vemos exemplos como São João Paulo II que esquiava as montanhas, jogou futebol em uma equipe juvenil de Wadowice, e jogava muito.

ʺ O esporte é uma escola de lealdade, de coragem, de resistência, de resolução, de fraternidade universal, todas estas virtudes naturaisʺ (Papa Pio XII)

Busquemos corresponder ao chamado de Deus, sem ficar acomodado e sem medo de sermos felizes. ʺ Quando entramos para o seminário deixamos para traz aquilo que não nos faz bem, por isso, trazemos conosco em nosso coração a nossa família e todos aqueles que amamos, e também quase tudo aquilo que nos faz bem, e acrescenta para a nossa formaçãoʺ.

SEMINARISTA FÁBIO ATAIR CRISTO COSTA

Posted in Dia a Dia Seminário and tagged .