Universo gamer no seminário (#1)

 

Fala galerinha! Tudo bem com vocês? Eu sou o seminarista Pedro, do Seminário Filosófico Bom Pastor. Estou no início da “facul” e agora os estudos começam a ficar mais intensos e exigentes, porém, como já vimos em outros artigos aqui da PV (Pastoral Vocacional), sempre tentamos organizar o nosso tempo para a prática de atividades maneiras e descontraídas.

Eu antes de entrar no seminário ficava pensando se eu nunca mais iria poder jogar meu Ps2, fechar os meus jogos, como God of War, Resident Evil 4, Fifa 12, Mortal Kombat que eram jogos que eu queria muito continuar jogando e não ficar de fora desse ambiente gamer. Porém, quando entrei no seminário percebi que eles tinham um Ps2, com guitarra de Guitar Hero e tudo mais, achei muito top e isso foi um alívio kkkk.

Um dos meus primeiros jogos que nós jogávamos nos intervalos foram o Call of duty e o Resident Evil 4 que sinceramente dava um pouco de susto principalmente quando escutávamos o som da motocerra vindo em nossa direção. O tempo foi passando e fomos jogando outros jogos, como God of war, o Fifa 12, ou melhor, Bomba Patch, que tinha todos os times do mundo e uma música marcante, quem não se lembra, né? “Bomba Pet virou moda, todo mundo quer jogar”.  Ainda nesse universo do Ps2 competíamos para ver quem era o “Rei do Rock” no Guitar Hero, que era uma novidade para nós com a guitarra e com as músicas contagiantes.

Apesar de eu nunca ter sido um viciado em vídeo game, sempre gostava de entrar nesse universo lúdico e de brincadeira. Ainda hoje gostamos de se reunir e jogar uma “partidinha” de Fifa 17, agora no Ps4, que nós temos em nosso seminário. Além desse jogo, já fechamos os três Uncharted remasterizados para o console e estamos querendo comprar um Fifa 18, um The last of us, etc. Muitos jogos estão surgindo a cada dia, mas a diversão continua a mesma. (Até se você conhecer um jogo massa coloque o nome aí nos comentários, valeu!)

Os jogos mobiles também estão fazendo muito sucesso por aí, e é claro que não poderíamos ficar de fora, eu por exemplo, gosto muito do jogo de estratégia e meio “RPG”, que é o Clash Royale. Esse jogo a piazada do seminário sabe que eu curto de mais! Kkk Fico tentando converter eles para baixarem o jogo e entrarem nesse universo do Rei azul! Nesse jogo, a emoção de ganhar uma batalha difícil ou ganhar uma carta lendária é praticamente indefinível, quando isso acontece comigo eu saio gritando no corredor, ergo os meus braços para o céu, comemoro com quem está ao meu lado e fico feliz o dia inteiro, a piazada até acha que eu sou meio louco, mas é só emoção mesmo kkkk. Um jogo novo que eu acabei de aprender a dinâmica foi o Last Day On Earth: Survival, apesar de ainda estar em teste, o beta dele já é muito bom. Conseguir sobreviver por um bom tempo em um mundo pós-apocalíptico não é para qualquer um.

Então é isso aí pessoal, o artigo de hoje foi só para introduzir essa ideia gamer aqui do blog e se vocês quiserem mais conteúdo ou quiserem que eu jogue algum outro jogo, deixem aqui nos comentários ou falem comigo nas minhas redes sociais que estarão aqui na descrição do artigo.

E pessoal não se esqueçam de que a vocação precisa de momentos recreativos, mas acima de tudo precisamos se dedicar nos estudos e ter uma verdadeira amizade com Deus! A vocação pode estar em você, mesmo sendo viciado em games, por isso, sempre guarde um tempo para escutar a voz de Deus. E não se preocupe, se você tem medo de entrar no seminário porque pensa que nunca mais vai jogar seu Fifa de cada dia, não se preocupe, aqui tem espaço para você e para os seus hobbies.

Pedro Mocelin

Insta: @https://www.instagram.com/pedromocelin/

Posted in Dia a Dia Seminário and tagged .
  • Marina Araujo

    Adorei Pedro!!! É muito legal saber como é um pouco do dia a dia de vcs! Assim como vc tinha curiosidade de saber como seria o seu dia a dia, nós, “aqui fora “, tb temos curiosidade!! Adorei! Parabéns pela matéria!! 😀😀😀

    • Pedro Henrique Mocelin

      Obrigado! 😊

  • Andréia Lima

    Muito legal, Pedrinho! Gostei de saber que vcs também se divertem aí no seminário. Eu não imaginava que esse universo gamer pudesse fazer parte do dia a dia de vocês. Assim como a Marina eu tb tinha muita curiosidade. Parabéns pela matéria. Ficou show!!

    • Pedro Henrique Mocelin

      Verdade! Obrigado 😊