A gente fica o tempo todo trancado?

Nosso seminário, visto de fora, parece meio fechado… o terreno é murado, o prédio é alto, os portões costumam não estar abertos… Bom, isso é verdade, mas… e daí?

Em primeiro lugar, é importante nota que os seminaristas não ficam o tempo todo no seminário. Além dos trabalhos pastorais e visita à família nos finais de semana, em três das quatro etapas formativas o estudo é fora. Isso quer dizer que saímos todos os dias para ir para a faculdade.

Aliás, na última etapa, da Teologia, isso é uma ocasião de passeio e esporte, já que muitos aproveitam para fazer o trajeto de bicicleta.

Mas também o tempo que passamos dentro do seminário, não é um tempo de prisão. Pelo contrário: nossa rotina tem muitas atividades que favorecem a vida comunitária, os estudos, a oração… tudo isso é feito aqui dentro, sim, mas não porque seja proibido sair. É que é mais conveniente, mesmo.

Frequentemente, as nossas atividades também são fora do seminário.

Para quem ainda não se convenceu, meu convite é mudar de perspectiva. O seminário não serve para isolar do mundo, mas para nos colocar em contato com Deus, com os irmãos, e com nosso universo interior. As atividades que fazemos dentro dos muros são tão importantes, que não queremos, durante elas, nos ausentar. Dão alegria, e são causa de crescimento.

Então, não se preocupe. Se acha que tem vocação, entre em contato conosco e passe um dia com a gente. Vai ver que é melhor do que você pensa.

Posted in Dia a Dia Seminário and tagged .